Acessibilidade: A+ A() A-

 Notícias  Fique por dentro das novidades na CAESA

Caesa apresenta projeto de ampliação do sistema de abastecimento de água em Calçoene

Por: Cassio Albuquerque - 07/12/2017 - 15:03:13

Caberá ao município fazer a busca deste valor, através de convênio com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

Caberá ao município fazer a busca deste valor, através de convênio com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

A Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa) realizou nesta quarta-feira, 6, a apresentação do projeto de ampliação e melhoria do sistema de abastecimento de água do município de Calçoene, durante uma sessão realizada na Câmara de Vereadores da cidade. A conclusão deste projeto é resultado de tratativas realizadas entre a companhia, Prefeitura de Calçoene, Ministério Público e a comunidade, através de audiências públicas e reuniões realizadas ao longo do ano. 

O diretor-presidente da Caesa, Valdinei Amanajás, destacou o compromisso do Governo do Estado em investir nos municípios, através das parcerias com as prefeituras.

"Todo o projeto foi debatido com as autoridades locais e com os moradores. O governo entende que o investimento em saneamento impacta na economia e em saúde. E a partir da execução desta obra a população de Calçoene terá uma água bem tratada e uma melhora na qualidade de vida", frisou.

De acordo com o projeto, o sistema será formado pela estação de captação, estação de tratamento e reservação. A obra visa universalizar o fornecimento de água em toda a área urbana e oferecer o serviço 24 horas. Atualmente, sete, de oito bairros, são contemplados de forma parcial pela companhia, com o fornecimento 12 horas por dia. A população da cidade é de 14.333 habitantes.

Para ampliar o serviço, o chefe do Núcleo de Sistemas do Interior, engenheiro João Batista Gomes, explicou que um dos pontos que serão melhorados é a captação. O engenheiro informou que, no projeto, a nova captação será construída 200 metros à direita da Ponte Sete Ilhas, no sentido Macapá-Oiapoque. A estrutura será composta por três bombas, com capacidade de 40 cv.

"A capacidade de vazão será de 300 metros cúbicos por hora, que melhora consideravelmente a qualidade de distribuição da água, chegando assim em bairros que hoje não são atendidos. Essa estrutura foi projetada para atender 100% da população até 2040", explicou.

A nova estação de tratamento será construída a 360 metros da margem do rio e será formada por dois módulos de tratamento, casa de química, e de dois reservatórios com capacidade de 800 metros cúbicos.

Além da construção do sistema, o projeto prevê a expansão de seis quilômetros da rede de distribuição de água no município. No total, o projeto está orçado em R$ 10,5 milhões.

Caberá ao município fazer a busca deste valor, através de convênio com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa). O prefeito de Calçoene, Jones Cavalcante, informou que a partir da finalização do projeto, estas tratativas serão agilizadas.

"O trabalho realizado pela Caesa foi essencial para que possamos avançar na busca deste recurso junto ao governo federal. Nossa expectativa é conseguirmos ainda no início de 2018", frisou.

A promotora de Justiça de Calçoene, Christie Girão, falou sobre o papel dos órgãos envolvidos neste processo e reconheceu a atuação da Caesa na elaboração do projeto.

"Hoje, demos o passo inicial com a entrega do projeto e agora vamos acompanhar o processo de captação de recursos, que será feito pela prefeitura, para que essa obra inicie e melhore o serviço prestado a população", concluiu.

Amapá